Como Conseguir Desconto na Compra de um Carro

Desde o ano passado o governo federal cortou a redução do IPI que vinha aquecendo setor automobilístico. Por isso, os preços de automóveis no Brasil está mais elevado, exigindo do comprador mais cuidado na hora de fechar o negócio. Muitas vezes, comprar um carro usado pode ser um bom negócio, já o valor não inclui a alta valorização do “cheirinho de novo”. Porém, quem procurar um automóvel 0Km também pode conseguir bons descontos negociando o preço na concessionária. Veja algumas dicas:

1. Pense bem antes de comprar

As compras por impulso são grandes inimigas do bolso, sobretudo quando se trata de um bem caro como um automóvel. Por mais que você goste e esteja precisando trocar seu veículo, é fundamental ter calma para conseguir fazer uma boa compra. O ideal é visitar diferentes concessionárias, comparar preços e jamais comprar sem pensar bastante. Depois de comparar preço e chegar à melhor opção, vá para casa, descanse e só volte para comprar depois de refletir por, pelo menos, uma noite.

2. Pesquise sobre automóveis

Hoje em dia o acesso a informação possibilita muitas coisas, até mesmo compras mais em conta. Quando você conhece melhor as opções disponíveis, fica mais fácil conversar com o gerente da concessionária e negociar um preço melhor. Se o modelo da outra montadora oferece mais itens de segurança, mesmo estando na mesa faixa de preço, esse pode ser, por exemplo, o argumento final para um desconto bem vantajoso.

3. Evite os mais vendidos

Existe uma regra conhecida como “lei da oferta e da procura” que explica por que os preços se elevam quando uma mercadoria é muito procurada. Ela vale para carros e para o mercado de vendas de um modo geral. Por isso, quem quer menor preço pode se beneficiar olhando para os modelos menos cobiçados em oferta. É claro que os veículos mais vendidos tendem a apresentar vantagens, mas dá pra chegar num meio termo com outros modelos menos visados.

Comprar Carro

Veja as dicas para comprar um carro mais barato

4. Prepare-se para negociar

O melhor negociador é aquele que consegue apresentar pontos realmente válidos de forma transparente e com bom senso. Não adiante querer um desconto irreal ou mentir para o vendedor para conseguir preços menores. Essas estratégias, às vezes endossadas pela mídia, não funcionam muito bem no mundo real. A dica é dizer o quanto você pode gastar e colocar as cartas na mesa com o vendedor. Dessa forma, é possível conseguir uma redução no valor sem constrangimentos nem “tiros na água”.

5. Compre depois do dia 20

Os vendedores de concessionárias recebem comissão e precisam bater metas mensais. Por isso, eles podem ficar bem mais flexíveis quando o mês está terminando. Segundo especialistas, a redução no valor do automóvel pode ser de até 2% para quem compra nos últimos dias dos mês, o que pode significar um desconto considerável. Além disso, é possível conseguir outras vantagens como itens adicionais gratuitos, combustível ou IPVA pago.

6. Automóveis saindo de linha

Os veículos que são saindo de linha podem custar bem menos que os seus sucessores, mas, nesse caso, é preciso pensar além do preço. O investimento nesse tipo de produto pode sim valer a pena, desde que o comprador observe outras questões como: índice de desvalorização, conforto do automóvel e segurança oferecida. A ideia aqui é colocar na balança o preço menor em oposição às vantagens de um carro mais avançado. Se você vai comprar com um bom desconto mas pode ter problemas para vender o veículo, talvez o preço não compense.

7. De olho nas taxas

Depois de negociar o preço, o consumidor ainda pode se surpreender com as taxas cobradas no contrato. Por isso, é importante ficar de olhos em todos os encargos do contrato. Para compras financiadas, o comprado deve estar atento ao CET (Custo Efetivo Total) da transação. Existem também várias taxas que não podem ser cobradas, mas que podem acabar aparecendo, como Tarifa de Abertura de Crédito (TAC), Tarifa de Emissão de Carnês (TEC), TEB (Tarifa de Emissão de Boleto), TLA (Tarifa de Liquidação Antecipada), taxa de retorno, tarifa de análise de crédito e tarifas de cessão (Fonte: Revista Auto Esporte).

Postado por Emília Silva. Veja mais dicas em Veículos e também com características semelhantes: , , , , ,
RSS por email

Deixe sua opinião “Como Conseguir Desconto na Compra de um Carro