Álcool ou Gasolina: Qual Vale a Pena?

Com o combustível cada vez mais caro, muitos consumidores buscam saber se é melhor abastecer com álcool ou gasolina. Com os automóveis do tipo “flex”, fica mais fácil recorrer ao combustível mais barato, uma vez que os motores estão preparados para funcionar tanto com álcool quanto com gasolina. A questão é descobrir se, naquele momento, o valor de um ou de outro está compensando mais. De um modo geral,  etanol é mais barato, porém o nível de consumo é maior. Com um cálculo adequado, é possível saber exatamente qual dos dois vale mais a pena.

O consumo do etanol é 30% maior?

Os postos de gasolina são obrigados a informar a razão entre o custo do álcool e o custo da gasolina. Você provavelmente já ouviu falar que o abastecimento com álcool só vale a pena se ele custar menos que 70% do valor da gasolina. Essa regra parte da noção de que o consumo de etanol é 30% maior que o da gasolina. No entanto, essa é apenas uma média. Dependendo do motor do seu carro, é possível, por exemplo, que a relação entre os dois combustíveis seja de 75%, fazendo com que o abastecimento com etanol valha a pena mesmo se o custo for um pouco superior à média de 70%. Por isso é importante fazer a conta a partir do consumo específico do seu carro, o que ensinaremos a seguir.

Cálculo do consumo de álcool e gasolina

Álcool ou Gasolina

Álcool ou gasolina, qual escolher?

A verificação do consumo pode ser um pouco trabalhosa, mas isso ajudará você a saber melhor qual combustível custa mais barato. A longo prazo, esse conhecimento pode trazer bastante economia, principalmente se você é do tipo que usa o carro todos os dias para trabalhar. Para facilitar o entendimento, separamos o processo em etapas. Veja:

  1. O primeiro passo é estabelecer uma média de consumo para os dois combustíveis. Ao abastecer, divida a quantidade de quilômetros rodados desde o último abastecimento pelo volume de combustível marcado na bomba. Para cada um, o ideal é calcular a média usando pelo menos 3 tanques cheios. Se você já tem o hábito de anotar o consumo ou utiliza algum aplicativo para isso, ficará mais fácil chegar a números próximos da realidade de consumo – que pode ser bastante alterada por diversos fatores;
  2. Com os dados de pelo menos três abastecimentos com álcool e três abastecimento com gasolina, some os números relativos a cada um dos combustíveis e divida por três. Dessa forma você terá uma média de consumo específica para o seu veículo;
  3. Agora é hora de estabelecer a relação entre o consumo de álcool e o consumo de gasolina. Pegue a média do consumo do etanol e multiplique por 100. Em seguida, divida esse valor pela média de consumo da gasolina. O resultado da conta será a porcentagem ideal de custo do álcool em relação à gasolina. Dessa forma, se o seu cálculo chegou, por exemplo, a 72%, isso significa que o custo do etanol tem ser igual ou menor que 72% do custo da gasolina para que esse combustível seja mais vantajoso.
Postado por Emília Silva. Veja mais dicas em Veículos e também com características semelhantes: , , , , , ,
RSS por email

Deixe sua opinião “Álcool ou Gasolina: Qual Vale a Pena?