Teste Reprova Várias Marcas de Azeite

No final do ano passado, a Proteste realizou um teste com 19 marcas de azeite de oliva extravirgem. De acordo com  associação, os resultados foram os piores entre os 4 testes já realizados com esse tipo de produto. Entre todas as marcas analisadas, somente 8 realmente poderiam usar o rótulo de extravirgem. Outras 7 foram consideradas apenas como azeite virgem e 4 produtos sequer são azeite.

Teste com Azeite

Teste com Azeite

Aprovados no Teste

As oito marcas aprovadas foram: Olivas do Sul, Carrefour, Cardeal, Cocinero, Andorinha, La Violetera, Vila Flor e Qualitá. Os testes sensoriais, feitos por especialistas, levaram em consideração o aroma, o sabor e a textura de todos os produtos. Segundo a legislação específica, para ser considerado extravirgem um azeite não pode apresentar falhas no teste sensorial.

Apenas Virgem

Como dissemos, 7 das marcas analisadas usavam erroneamente o rótulo de extravirgem. Isso não chega a ser considerada uma fraude, mas revela que essas empresas não têm o devido respeito com seus consumidores. É o caso dos seguintes produtos: La Espanhola, Carbonell, Serrata, Beirão, Gallo, Pramesa e Borges.

Os Reprovados

Tiveram ainda as marcas que foram desclassificadas por fraude, uma vez que o produto vendido era, na verdade, uma mistura de óleos refinados. São elas: Tradição, Quinta da Aldeia, Figueira da Foz e Vila Real. Nesse casos, o problema é mais grave, pois o consumidor é totalmente enganado.

Custo Benefício

A Proteste observou ainda que o preço nem sempre é sinônimo de qualidade. Apesar da melhor marca equivaler ao produto mais caro, outros azeites, com custo acessível, obtiveram ótimos resultados no teste sensorial. Por outro lado, marcas renomadas e salgadas para o bolso apresentaram problemas.

Postado por Emília Silva. Veja mais dicas em Outros e também com características semelhantes: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
RSS por email

Deixe sua opinião “Teste Reprova Várias Marcas de Azeite