Como Saber se o Mel é Verdadeiro ou Falsificado

Usar o mel para adoçar chás e sucos é uma ótima maneira de aproveitar suas propriedades e benefícios para o corpo. O mel faz muito bem à saúde e pode ser consumido por adultos e crianças, desde que tenham mais de uma ano de idade, pois o mel pode conter substâncias tóxicas que uma criança com menos de um ano não consegue combater.

Mas um grande problema na hora de comprar o mel é distinguir o verdadeiro do falsificado. Infelizmente, muitas empresas vendem mel falsificado, para ter mais lucro. Esse lucro indevido pode prejudicar os consumidores, já que o mel falsificado não tem os mesmos benefícios que o mel verdadeiro.

Como Distinguir?

Quando for ao supermercado ou à farmácia para comprar o seu mel, verifique primeiro a embalagem. Ela deve ter o selo do Serviço de Inspeção Federal – SIF e não deve ter aditivos nos ingredientes. Se o mel não for puro, ou seja, se tiver algum tipo de aditivo é porque é falsificado.

mel

Saiba como distinguir o mel falso do verdadeiro

Muitas pessoas acham que dá para saber pela cor, mas isso é um engano, pois cada florada produz um mel diferente, a cor pode variar. O que deve ser observado é que o mel verdadeiro é opaco e, geralmente, o mel falsificado é translúcido.

Outro erro é pensar que o mel verdadeiro não cristaliza. Muitas pessoas compram o mel verdadeiro e, como ele cristaliza depois de um tempo, pensam que foram enganadas. Mas em temperaturas baixas ou depois de alguns meses guardado, o mel pode sim cristalizar, se transformando numa pasta macia uniforme e com inúmeros e pequeninos grânulos. Já o mel falsificado endurece e forma uma pedra de açúcar com manchas brancas e um cheiro enjoativo.

Dica: Coloque um pouco de mel em um copo com álcool. O mel falsificado se desfaz, já o verdadeiro não se mistura ao álcool.

Postado por Fabiana. Veja mais dicas em Comes Bebes, Saúde e também com características semelhantes: , , , , , , ,
RSS por email

Deixe sua opinião “Como Saber se o Mel é Verdadeiro ou Falsificado